segunda-feira, 5 de novembro de 2018

Klabin investe R$ 50 milhões e incrementa capacidade produtiva em 10% Por Daniele Mendes de Melo, com colaboração da Klabin


Uma das duas unidades da Klabin em Lages configura como a maior unidade fabril de sacos industriais do mundo. Anualmente, a Klabin investe em Lages aproximadamente R$ 8 milhões em projetos de melhorias. Em 2018 estão sendo investidos R$ 50 milhões adicionais para a compra de uma linha de completa de impressão e produção de sacos, incrementando a capacidade em 10%. Para os próximos anos, a empresa pretende dar continuidade aos investimentos de melhoria tecnológica e ascensão, de acordo com o crescimento do mercado, conforme aponta o diretor de Embalagem em Lages, Douglas Dalmasi.

A Klabin possui duas unidades em Lages. A primeira foi inaugurada em 1969, e a segunda em 1986. Ambas as unidades produzem sacos industriais e uma delas é a maior unidade de sacos industriais do mundo. Em Lages, atualmente, trabalham cerca de mil colaboradores.
A fábrica de sacos localizada em Lages destina as embalagens para os mercados interno e externo nos segmentos de construção civil, alimentos, químicos, agronegócio, entre outros.  A unidade tem mais de 100 clientes, fornece para o mercado interno e a mais de 30 países.
A Klabin conta com outras unidades em Santa Catarina - Itajaí (embalagens de papelão ondulado), Correia Pinto e Otacílio Costa, que produzem papéis para embalagem, além de florestas que abastecem estas fábricas de papel do Planalto catarinense. Em Santa Catarina, somando todas as operações - florestal, fabricação de papel e de sacos, são 3.150 colaboradores diretos.

Em 2018, a empresa brasileira comemora 119 anos, destes, 49 em Lages e, tradicional em mais dois municípios da Serra, aparece entre outras iniciativas de empreendedorismo arrojado na região, ao lado da Ambev, JBS FoodsEkomposit, Sanovo, NDDigital, Havan, Fort Atacadista e a futura Berneck. A prefeitura de Lages, através do prefeito Antonio Ceron, apoia fortemente a atuação e as iniciativas de operação, ambientais e educacionais da Klabin. “Empreendimentos e marcas como a Klabin são vitais para a existência de um município. Em se tratando de Klabin, tudo surpreende: os primeiros lugares em rankings nacionais e internacionais, o contingente funcional, a potência, os investimentos milionários, a capacitação da mão de obra local e regional. Estamos todos de parabéns.”

O lituano Maurício Freeman Klabin foi um empresário nascido em 1860 e falecido em 1923 na Alemanha, fundador da Klabin Irmãos & Cia (KIC) no Brasil, mais tarde denominada Klabin S.A. Em 1899, dez anos após sua chegada no Brasil, Maurício e os irmãos Salomão e Hessel e mais o cunhado Miguel Lafer, fundaram a Klabin, que incorporou a antiga tipografia, um novo negócio para importação de artigos de escritório e um depósito em São Paulo. Em 1934, o grupo adquiriu a Fazenda Monte Alegre, hoje Telêmaco Borba (PR), interior do Paraná, construindo o maior complexo industrial papeleiro da América Latina.

Nenhum comentário:

Terceirizada da Ambev abre 120 vagas para unidade de Lages

Mais de 100 pessoas estavam no Banco do Emprego concentradas em concorrer a uma das 120 vagas temporárias (a princípio), abertas pela e...