Wooden House | Girso Palma

Prefeitura de Lages

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Prefeito pede celeridade na conclusão da Via Gastronômica

O prefeito Elizeu Mattos reuniu secretários municipais e a equipe técnica responsável pelo andamento das obras de revitalização da rua Emiliano Ramos, a Via Gastronômica, nesta segunda-feira (19).

 O chefe do Executivo deu um prazo para que as obras estejam concluídas e possam ser inauguradas na semana do aniversário de Lages, celebrado no dia 22 de novembro. “Precisamos entregar essa obra para a comunidade o mais breve possível. Vamos fazer um mutirão com todos os envolvidos para que esse seja o presente para a cidade no dia de seu aniversário”, comenta Elizeu.
No sábado (17) as Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc) iniciou a retirada dos postes de alta tensão, referentes à obra de implantação do cabeamento subterrâneo, executada pela empresa Quantum Engenharia. 
Se o tempo colaborar, a previsão é de que nos próximos dias essa etapa esteja concluída. Já foram retirados os postes do trecho entre a Secretaria de Planejamento e o cartório do 4° Tabelionato Yara Faria Camargo.

A retirada dos postes era um ponto crucial para que a municipalidade desse encaminhamento para o término da obra, considerando que boa parte já está concluída e adiantada. 
Faltam apenas algumas adequações em três traffic calms, implantação de lixeiras, bancos e outros equipamentos urbanos, além da iluminação pública, que será em LED, dando um efeito especial na via durante a noite. A pavimentação, incluindo os passeios públicos e as áreas de estacionamento, as floreiras e canteiros de árvores já estão prontos.

Vegetação ornamental temática
A novidade no quesito paisagismo, o qual já foi iniciado, é quanto à vegetação escolhida para as floreiras ao longo da via. 
Foram plantadas árvores ornamentais chamadas acer canadense, que apresentam flores com coloração avermelhadas.
 E dando maior destaque para a Via Gastronômica, está sendo implantada uma vegetação ornamental temática, sendo alecrim, pimenta vermelha, cheiro verde, manjericão e alfazemas.
 “Já que se trata de uma via gastronômica, nada mais condizente que esse tipo de plantas, que podem ser usadas pela comunidade nos seus temperos culinários, com manutenção periódica”, afirma o secretário de Planejamento, Jorge Raineski.

Nenhum comentário: