Lixo no Lixo

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Entenda porque são feitas as queimadas

O mês de agosto é conhecido como início das queimadas em toda a região, prática comum, mas que pode trazer diversos danos ao solo. A queima que acontece controlada por órgãos fiscalizadores é realizada por produtores para a renovação das pastagens.
“O produtor rural deve buscar um profissional habilitado, o qual apresentará, mediante projeto técnico, pedido de autorização para queima controlada”, explica o Capitão da Polícia Ambiental de Lages, Frederick Rambusch.
A Polícia Ambiental está, nesta época do ano, totalmente dedicada à fiscalização da queima controlada, em alguns casos é solicitado efetivo de outras partes do Estado para auxiliar na fiscalização.
Realizar a queima de campos sem autorização da FATMA é crime. Além de ser multado, o proprietário da área responde a um processo administrativo que é encaminhado ao Ministério Público.
Além da Polícia Ambiental, o Sindicato Rural também realiza encontros orientando os produtores com relação a forma que se deve fazer as queimas de campos.
A queima descontrolada e irregular da vegetação pode gerar o empobrecimento do solo com perda da fertilidade e matéria orgânica, vulnerabilidade, desagregação e carreamento, erosões devido à perda de vegetação, morte de animais e emissão de gás carbônico.

Município de Correia Pinto recebe novos carros para área social

Correia Pinto recebeu dois novos veículos adquiridos com recursos repassados pelos governos federal e estadual. 
A Livina (Nissan) e a Spin (Chevrolet) atenderão as demandas da Secretaria Municipal de Assistência Social e do Conselho Tutelar, respectivamente.
Na tarde de ontem (19), o secretário de Desenvolvimento Regional, João Alberto Duarte, e o prefeito Vânio Forster, e o vice, Marcos Beffart, entregaram os automóveis aos representantes dos órgãos, em um ato realizado em frente à prefeitura. “Temos muitas famílias em condições de usufruir de programas sociais, e os carros nos ajudarão a chegar até elas”, ressaltou o prefeito.
Nos últimos meses, Correia Pinto recebeu cinco automóveis para atender as demandas sociais. “Essas parcerias fortalecem os municípios, que passam a contar com ferramentas adequadas para atender a população”, ressaltou o secretário João Alberto Duarte.

Ladrão furta tênis em residência, mas é impedido pelo proprietário

O fato aconteceu no bairro Centenário, próximo ao campo, e foi terminar próximo ao Morro Grande.

 Com informações do proprietário da residência, o ladrão furtou um par de tênis, e estava seguindo sentido bairro Araucária. 

O morador foi até o ladrão pegar seus tênis, mas ele acabou se evadindo, e seguindo para a rua Eleutério da Silva Furtado, onde se escondeu em outra residência. 

Com aglomerações de pessoas, o proprietário da residência furtada conseguiu chegar até o ladrão e pegar seus tênis. 

Seguindo a regra, a polícia foi acionada, para cuidar do caso.

 O ladrão e o proprietário entraram em conflito, onde o ladrão acabou recebendo uma facada nas costas. 

O corpo de bombeiros foi acionado para prestar atendimento e encaminhar o mesmo até o pronto atendimento Tito Bianchinni.

Parte da cidade sem luz em horário de pico

Parte da cidade viveu na tarde desta quarta-feira, minutos de caos sem energia. 

Devido um poste atingido por um caminhão no bairro Coral, parte da cidade ficou sem luz. 

Com ocorrências de sinaleiras apagadas, elevadores bloqueados em edifícios com pessoas dentro, empresas sem luz e casas, os bombeiros e agentes de trânsito tiveram que sair a campo para ajudar a população.

 Três colisões em postes provocaram interrupções no fornecimento de energia elétrica na região de Lages: o primeiro ocorreu por volta das 13h15m, nas imediações da BR 282, quando um caminhão com uma prancha para transporte de máquinas colidiu com um poste ao tentar entrar em uma rua estreita deixou mais de sete mil consumidores sem energia na região por cerca de trinta minutos.

Imagem - Vantuir Rech
Em um terceiro incidente, um  caminhão com excesso de carga atingiu os condutores da rede na rua João José Godinho, em Lages. 

Mais de quatro mil consumidores ficaram sem energia por aproximadamente 30 minutos.

 O fornecimento ainda não foi normalizado para mais de 1600 consumidores, com previsão de retorno para os próximos 30 minutos.

 O segundo abalroamento ocorreu na cidade de  Palmeira, onde um caminhão colidiu em dois postes com condutores de alta tensão interrompendo o fornecimento para mais de dois mil consumidores em Palmeira e Otacilio Costa.

 Parte do fornecimento já foi restabelecido porém a cidade de Palmeira continua sem energia, com previsão de retorno parcial para os próximos trinta minutos.

Tampa de proteção de retroescavadeira solta, e atinge poste no Coral

O local do estrago que deixou mais de 7 mil residências sem luz em Lages, foi na rua de acesso ao estacionamento do supermercado Big, saindo da marginal da BR-282. 

O caminhão estava transportando uma retroescavadeira de aproximadamente 12 toneladas, quando ao escapar a tampa de proteção, acabou atingido o poste de iluminação pública. 

Sem contar que o poste atingido, é um dos principais, onde passa os fios que abastecem grande parte da cidade, com isso, a cidade virou em um caos. 

Sinaleiras desativadas, elevadores de edifícios travados, empresas, enfim, inúmeras casas ficaram sem energia. 

Incêndio em uma madeireira no Vila Mariza asssuta moradores

O incêndio iniciou por volta da 1h da madrugada desta quarta-feira (20), em uma madeireira no bairro Vila Mariza. 

A reportagem esteve até o local, mas não obteve informações da causa do incêndio. A guarnição de soldados do corpo de bombeiros, chegou até o local em minutos para controlar o fogo que começou na serraria. 

O fogo destruiu cerca de 70 m² da estrutura do imóvel que é de madeira. No local havia máquinas industriais. Foram gastos nove mil litros de água na extinção as chamas e durou cerca de três horas o trabalho dos bombeiros. 

Não houve vítimas. Laudos técnicos do Corpo de Bombeiros irão determinar a real causa do incêndio.


Trânsito: Diretran altera limite de velocidade em quatro avenidas

A Diretoria de Trânsito (Diretran) alterou, nesta segunda-feira (18), os limites de velocidade de pista nas avenidas Dom Pedro II, Belizário Ramos e Santa Catarina, passando de 50 km/h para 60 km/h, e da rua Humberto de Campos, de 40 km/h para 50km/h. Entretanto, o limite de velocidade das lombadas eletrônicas permanecerá o mesmo: 40 km/h.
Mudou também o limite de velocidade para quem passar pelo sinaleiro da avenida Belizário Ramos (Carahá), cruzamento com a avenida Presidente Vargas: de 50 km/h para 60km/h. 
Para quem cruza naquele sinaleiro pelas pistas da avenida Presidente Vargas, o limite permanece 50 km/h.
  

Inmetro vai aferir novos equipamentos
Segundo o responsável pela Diretran, Diego Oliveira, deverá ocorrer ainda nesta semana a aferição do Inmetro nas novas lombadas eletrônicas instaladas na avenida Carahá, próximo ao cruzamento com a rua Sete de Setembro, e na avenida Camões, em frente ao Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV) da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc). O Inmetro também irá aferir os furões instalados no sinaleiro do cruzamento das avenidas Dom Pedro II e Brasil.

Nesta terça-feira estiveram em Lages os engenheiros da empresa Fotosensores para que fosse efetuado o levantamento de outros pontos onde serão colocados mais equipamentos de monitoramento eletrônico do trânsito, mas a definição deve passar pelo aval do prefeito Elizeu Mattos, conforme Diego.
Até o fim de 2014 estão programadas instalações de 20 pontos de lombadas eletrônicas em ruas e avenidas e 11 pontos com câmeras fixas de monitoramento (furões). 
Os 20 pontos de lombadas compreendem 52 pistas de rolamento (faixas) monitoradas. Já nos 11 pontos de furões será feita a fiscalização eletrônica de 69 pistas de rolamento (faixas de trânsito) que fazem parte de cruzamentos de trânsito mais movimentados da cidade.

Alunos do Ifsc conhecem incentivos municipais ao empreendedorismo

 Na tarde desta terça-feira (19), 16 alunas entre 15 e 19 anos, do curso técnico de análises químicas do campus lageano do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) visitaram a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda para conhecer duas de suas principais iniciativas: 
Programa Empreender Lages, que assegura incentivos fiscais através da isenção de impostos e taxas para empresas que atingirem faturamento bruto de R$ 60 mil ao ano, e o Banco do Emprego, em que cidadãos se candidatam a vagas de trabalho disponíveis por empresas parceiras.
A gerente de Micro e Pequena Empresa (Empreender), Sandra Mara Abreu Griebler, explicou as atribuições e vantagens de um empreendedor, os critérios para a abertura de negócios em distintos segmentos, o trâmite do alvará “porta aberta” para empreendimentos com sede instalada e alvará “de correspondência”, necessário para prestadores de serviços. A gerente de Tecnologia e Inovação (Banco do Emprego), Silvana Aparecida Borges, falou das funções deste setor.

O professor do Ifsc, Nilo Otani, acompanhou a turma. “Há um contexto que é teórico, relacionado à criatividade, inovação, forma legal de abrir uma empresa, empreendedorismo e intraempreendedorismo. 
Esta foi uma excelente oportunidade para conhecermos melhor o Empreender Lages e iniciativas além do Sebrae, a mais conhecida no mercado”, falou. “Aos alunos foi oportunizado o raciocínio de ideia nova, com originalidade”, destacou.

Mais de 30 toras de Araucária são apreendidas em uma pousada de São Joaquim

Apreensão foi feita depois de uma denúncia anônima, durante a tarde desta terça-feira (19), na localidade de Rincão do Tigre interior do município de São Joaquim. 
No local foram encontradas 36 (trinta e seis) árvores da espécie Pinheiro Brasileiro.
O responsável pela atividade estava em Urubici, ele poderá pagar multa de R$ 750,00 por árvore abatida, responder processo administrativo e também como medidas de compensação ambiental terá de recuperar a área degradada. 
A atividade estava sendo realizada em uma pousada e segundo o proprietário, as árvores estavam sendo retiradas, pois apresentavam risco a alguns quiosques do local.


A área degradada foi de 0,13 ha (zero vírgula treze hectares), foram apreendidos 4,85 m3 (quatro vírgula oitenta e cinco metros cúbicos) de madeira em toras, e 1,34 m3 (um vírgula trinta e quatro metros cúbicos) de madeira em tábuas.

Delegacias de Lages e região recebem novos computadores

Nesta terça-feira, 19, a 8ª Delegacia de Polícia recebeu 32 computadores de última geração adquiridos pelo Governo do Estado, com recursos destinados a investimentos na Segurança Pública. 

Os equipamentos serão distribuídos entre as unidades do órgão que atendem Lages e outros cinco municípios da região (Anita Garibaldi, Otacílio Costa, Campo Belo do Sul, Correia Pinto e Bom Retiro).
Durante a tarde, o secretário de Desenvolvimento Regional, João Alberto Duarte, fez a entrega dos aparelhos na sede da delegacia, em Lages. Um novo lote de equipamentos de informática chegará ainda este ano. 
Segundo a delegada regional de Polícia, Luciana Rodermel, os computadores darão mais agilidade aos serviços prestados à população. “Trabalhamos com softwares bastante avançados, que exigem um suporte técnico diferenciado, e esses aparelhos ajudarão os profissionais a atualizarem os sistemas com mais eficácia”, diz a delegada.