Clique na imagem para mais informações

1 de agosto de 2014

Candidato a Deputado Federal Domingos convida à Imprensa



Prefeito e governador se encontram para tratar da instalação da Sinotruk

Na próxima semana, o ministro da Indústria e Comércio, Mauro Borges, estará em Santa Catarina entregando a portaria de autorização do Inovar-Auto
A comitiva municipal que teve à frente o prefeito Elizeu Mattos se encontrou com o governador Raimundo Colombo na tarde desta quinta-feira (31), em Florianópolis. O grupo discutiu os próximos passos para a efetivação do processo de implantação da fábrica de caminhões chinesa Sinotruk, na localidade Rincões, no distrito de Índios, às margens da BR-282, em Lages, a primeira da marca no Brasil.


O diretor-presidente da Sinotruk Brasil, Jian Hua Zhang, participou da reunião, além dos secretários municipais Mateus Lunardi (Fazenda) e Carlos Roberto de Souza (Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda), o procurador-geral do Município, Fabrício Reichert, e o executivo de Desenvolvimento, Álvaro Mondadori. Na quarta-feira o Ministério da Indústria e Comércio Exterior homologou a empresa para o Programa Inovar-Auto, do governo federal, que atribui incentivos fiscais com a vantagem de descontos de 30% sobre o IPI.
Na próxima semana, o ministro da Indústria e Comércio, Mauro Borges, estará em Santa Catarina entregando a portaria de autorização do Inovar-Auto. A discussão em Florianópolis aconteceu em torno das próximas iniciativas, como o pedido de licença ambiental referente à terraplanagem, que será executada pelo município, via licitação, além do orçamento da terraplanagem e constituição da empresa Sinotruk Brasil em termos finais.
Doação do terreno
O prefeito Elizeu entregou ao governador o termo de cooperação em que é citada a doação do terreno para a empresa, bem como a escritura de desmembramento. 
Na próxima segunda-feira (4) será encaminhado, pela administração municipal, o projeto de lei para votação na Câmara de Vereadores, com intenção da doação definitiva. A área territorial, adquirida pela parceria entre município e governo do Estado, possui 1.731.039 (milhão) de metros quadrados, com investimentos de R$ 15 milhões. “Assim que a licença ambiental estiver pronta, iniciaremos a execução da terraplanagem. Enquanto a licença ambiental tramitará, o processo licitatório transcorrerá”, adianta.
Serão 200 mil metros quadrados de terraplanagem. O projeto da fábrica já está pronto e no dia 9 de agosto o orçamento final deverá estar concluído. 
“Nós montaremos um esquema de ponto-controle assim como acontece em relação ao Complexo Ponte Grande. 
Após a análise da prefeitura sobre o projeto da empresa, que está pronto, dentro de aproximadamente três meses poderá ser iniciada a terraplanagem”, comenta Elizeu, reforçando que a parceria entre município, Estado e SC-Par (acionista da Sinotruk) contribuiu fortemente para o processo de implementação da fábrica em Lages.
Postos de trabalho
O presidente da SBTC Indústria de Veículos S.A., Joel Anderson, adianta que serão gerados em torno de 400 postos de trabalho na fábrica (179 num primeiro momento, no primeiro ano de operação, quando serão produzidos cerca de 1.200 caminhões), além de mais outros dois mil nos empreendimentos em torno, na cadeia de fornecedores. Para o quinto ano, a meta é a montagem de cinco mil caminhões, sendo a capacidade do parque fabril, em Lages, de oito mil caminhões.

Prefeito Vânio solicita em Brasilia continuidade das obras do Aeroporto

O Prefeito de Correia  Pinto Vânio Forster e o Secretário de Estado da Infraestrutura João Carlos Ecker, estiveram reunidos nesta sexta feira, em Brasilia, com o Coordenador  Nacional de Obras do DNIT, Braulio Fernando Lucena e os engenheiros do órgão. 

A audiência serviu para apresentar os ajustes finais para a conclusão da obra do acesso ao Aeroporto Regional da Serra catarinense, já aprovados pela equipe técnica do DNIT no Estado e o pagamento das parcelas pendentes. 

Entre elas padronização das tabelas Deinfra (SC) e Sinap.(Federal) e na área de estacionamento. Segundo Braulio, a analise deverá ser concluída em 30 dias. O prefeito Vânio, solicitou uma visita técnica dos Engenheiros do DNIT de Brasília ao aeroporto para conhecer a obra. Imediatamente foi marcada para a próxima quarta feira, 06/08. 



A obra tem extensão de 2,2 quilômetros orçada em R$4.055.154,00. A obra está sendo executada pela empresa CCL Engenharia. Participaram da audiência o Secretário de Administração de Correia Pinto, Elson Ivo Pereira, Chefe de Gabinete Amarildo Volpato e a Secretária  de Articulação Nacional Lourdes Martini. 

Obras na escola Industrial começam na próxima segunda-feira

A reforma geral da Escola de Educação Básica Industrial de Lages começará na próxima segunda-feira, dia 4. 
Às 8h30, o secretário de Desenvolvimento Regional, João Alberto Duarte, e a secretária de Estado adjunta da Educação, Elza Moretto, entregarão a ordem de serviço para a empresa que venceu a licitação e já se instalou no local, e as obras começarão em seguida. 
O Governo de Santa Catarina investirá R$ 5,6 milhões no projeto. Esta será a primeira reforma geral da escola, que completou 50 anos no último mês de março.
O cronograma prevê a restauração das 28 salas de aula, banheiros, laboratórios, setores administrativos e da ala que concentra os cursos técnicos; substituição de toda a cobertura; implantação de lajotas antiderrapantes em 100% do piso; reforma da rede elétrica e do sistema hidrosanitário; adaptações de acessibilidade para portadores de necessidades especiais; reforma do ginásio poliesportivo; pintura geral; e troca de todas as portas, trincos, fechaduras e torneiras.


“O Industrial é uma das instituições de ensino mais tradicionais e respeitadas de Santa Catarina. A reforma dará um novo aspecto à estrutura física, valorizando todos aqueles que acreditam que a educação é o caminho mais curto para o desenvolvimento”, diz o secretário de Desenvolvimento Regional, João Alberto Duarte.   

A princípio, os 1.300 alunos continuarão estudando na escola durante o período das obras, que deve se estender até o segundo semestre do ano que vem. O projeto será executado por etapas, e os blocos que estiverem em obras serão totalmente isolados por questão de segurança. A SDR e a direção da escola já planejaram as adaptações que serão feitas para que nenhuma turma seja prejudicada. “Uma ação dessa magnitude causa transtornos, mas agiremos pontualmente para que eles não afetem a rotina escolar”, diz o diretor Armando Duarte.

Raimundo Colombo inaugura comitê de campanha em Lages

“Fico emocionado ao perceber que as diferenças de eleições anteriores estão sendo deixadas de lado em nome de um projeto focado no desenvolvimento do estado e da região serrana”. 
Essas foram algumas palavras ditas pelo candidato à reeleição ao governo, Raimundo Colombo, ontem à noite, durante a inauguração de seu comitê de campanha na terra natal, Lages.
O encontro reuniu lideranças regionais dos partidos aliados, como candidatos a deputado, prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, secretários setoriais e presidentes das siglas.

 O presidente estadual do Partido Social Democrático (PSD) e coordenador da chapa majoritária da coligação Santa Catarina em Primeiro Lugar, Antônio Ceron, disse acreditar que a união das lideranças resultará em mais uma grande vitória.   

O comitê está sediado em uma casa localizada na esquina das ruas Lauro Muller e Nepomuceno Costa, no Centro, e dará suporte aos serranos engajados na reeleição dos candidatos Raimundo Colombo (governador), Eduardo Pinho Moreira (vice-governador) e Dário Berger (senador). Aqui na região, a campanha está sendo coordenada por Osvaldo Uncini, do Partido Social Democrático (PSD).



6º Batalhão realiza destruição de equipamentos sonoros

Na tarde desta quinta-feira, (31), foi realizada na sede do 6º Batalhão de Polícia Militar - 6ºBPM, por determinação judicial, a destruição de instrumentos sonoros (automotivos e residenciais) que estavam apreendidos no batalhão provenientes de ocorrências de perturbação do trabalho ou sossego alheios.


Foram destruídos aproximadamente 11 equipamentos do gênero, os quais haviam sido perdidos em decorrência da transação penal realizada nas audiências no Juizado Especial Criminal, como parte da penalização pela prática da contravenção de perturbação do trabalho ou sossego alheios.
A destruição ocorreu por volta das 14:30h, tendo sido utilizadas duas máquinas de rolo compressor cedidas pela prefeitura do município, através da secretaria do meio ambiente, para realização do ato.

Para conhecimento acerca da Contravenção de Perturbação do Trabalho ou Sossego Alheios:
A perturbação do trabalho ou sossego alheios está prevista no artigo 42, do Decreto Lei nº 003.688/41 e, ao contrario do que muitos pensam, traz outras circunstâncias que pode ser configurada a perturbação, que não a situação do som residencial ou automotivo (por meio de instrumentos sonoros):

Art. 42 - Perturbar alguém, o trabalho ou o sossego alheios:
I - com gritaria ou algazarra;
II - exercendo profissão incômoda ou ruidosa, em desacordo com as prescrições legais;
III - abusando de instrumentos sonoros ou sinais acústicos;
IV - provocando ou não procurando impedir barulho produzido por animal de que tem guarda:
Pena - prisão simples, de 15 (quinze) dias a 3 (três) meses, ou multa.

Portanto, percebe-se que a perturbação pode ocorrer de várias formas.

No entanto, na cidade de Lages, percebe-se que a situação caracterizada pelo abuso de instrumentos sonoros, seja o som automotivo ou o som proveniente de residências, é a mais corriqueira e a que mais incomoda os cidadãos do município.

E elas ocorrem sofrendo um aumento conforme a aproximação do final de semana.
Ressalte-se que no município, em termos de quantidade de ocorrências, a de Perturbação concorre pelo primeiro lugar com a ocorrência de acidente de trânsito. Dessa forma, é evidente que apesar da Perturbação do Sossego parecer uma ocorrência pequena ela acaba desviando as viaturas do policiamento preventivo, bem como do atendimento de outras ocorrências de maior vulto, além de muitas vezes, em razão do consumo de álcool pelas pessoas que estão causando a perturbação, evoluir para ocorrências mais graves: como desobediência, resistência e desacato.

31 de julho de 2014

SVS: Campanha Serrano Vota em Serrano é lançada em Lages

Foi lançado nesta quinta-feira  (31), na Associação Empresarial de Lages (ACIL), a famosa campanha: SERRANO VOTA EM SERRANO.

 Esteve presente alguns candidatos a Deputado Estadual e Federal. 

O destaque foi pronunciado pelo Ex candidato a Deputado Federal, Luiz Marin, anunciando sua desistência da disputa.

Confira os números na Serra.
Lages teve um acréscimo de 2,48% em relação aos pouco mais de 118 mil eleitores que possuía na última eleição. Os números da Justiça Eleitoral são:
Lages                            120.725
São Joaquim                18.832
Otacílio Costa             12.477
Correia Pinto               11.839
Urubici                         7.989
Bom Retiro                  7.176
Anita Garibaldi           7.694
S. J. Cerrito                  6.987
Campo Belo                6.079
Ponte Alta                    4.105
Bom Jardim                 3.537
Cerro Negro                 3.043
Bocaina do Sul            2.913
Capão Alto                  2.878
Palmeira                       2.787
Painel                           2.442
Rio Rufino                  2.290
Urupema                      2.192

Amures

O total de eleitores nos 18 municípios da Amures é de 225.986.

Confira alguns destaques das lentes do fotógrafo Zé Rabelo










Prefeito sanciona lei que amplia tempo de licença-maternidade a mães adotantes

A Lei Complementar número 445 foi sancionada na terça-feira (29) pelo prefeito Elizeu Mattos. Ela determina a ampliação do tempo de licença-maternidade para mulheres que adotarem crianças ou em casos de guarda judicial. 
A nova legislação altera artigos do Estatuto dos Servidores Públicos Municipais de 1990 e 2007, unificando questões que anteriormente eram tratadas de modo distinto acerca de um mesmo assunto.
Agora, a servidora que adotar ou obtiver a guarda judicial para fins de adoção de criança de até 6 anos incompletos será concedida licença-maternidade de 180 dias. Nos casos de adoção de crianças dos 6 até 8 anos, o período de licença será de 30 dias. São contempladas pela nova redação as servidoras efetivas, contratadas ou comissionadas. A lei partiu de uma moção legislativa proposta pelo vereador Adilson Appolinário.

A assinatura foi acompanhada pelos presidentes dos sindicatos dos Servidores Públicos Municipais (Sindserv), dos Profissionais em Educação (Simproel) e dos Auditores Fiscais e Fiscais da Prefeitura do Município (Sindiaffi). “Trata-se de um exemplo de cidadania. É preciso compreender que uma criança adotada significa menos uma que estará em um abrigo, longe de uma família. A lei não traz prejuízo ao município e servirá de impulso para outros servidores que desejam adotar e fazer o bem a si mesmo e a uma criança”, avalia o prefeito Elizeu Mattos.


Como era
Anteriormente, a redação do Estatuto de 1990 estabelecia que a servidora que adotasse, na forma da lei ou obtivesse guarda judicial de criança de até 1 ano de idade, era concedido 60 dias de licença-maternidade para ajustamento do adotado ao novo lar. 
No caso de adoção ou guarda de criança entre 1 e 7 anos, o prazo era de 15 dias e a licença-paternidade de cinco dias consecutivos, como permaneceu desta vez, como também acontece com pais por motivo de nascimento de filhos. Já o texto de 2007 dizia que para mães adotantes ou em casos de guarda judicial de criança até 1 ano de idade, o período de licença seria de 120 dias; a partir de 1 até 4 anos, 60 dias, e dos 4 até os 8 anos, de 30 dias. A licença paterna já era com o mesmo período: cinco dias.

Coligação SC em Primeiro Lugar inaugura comitê lageano nesta quinta-feira (31)

Nesta quinta-feira (31), a coligação Santa Catarina em Primeiro Lugar irá inaugurar seu comitê em Lages. 
O local dará suporte aos serranos engajados na campanha dos candidatos da majoritária, Raimundo Colombo (governador), Eduardo Pinho Moreira (vice-governador) e Dário Berger (senador).
O comitê está sediado em uma casa localizada na esquina das ruas Lauro Muller e Nepomuceno Costa, no Centro. A inauguração será às 19 horas, com a presença de candidatos a deputado e lideranças regionais dos partidos que compõem a coligação, como prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e presidentes das siglas.
Na Serra, a campanha da majoritária da coligação Santa Catarina em Primeiro Lugar será coordenada por Osvaldo Uncini, do Partido Social Democrático (PSD).

Sinal verde para obras da fábrica da Sinotruk na Serra Catarinense

Comitiva do Governo do Estado de Santa Catarina recebeu nesta quarta-feira, 30, em Brasília, sinal verde do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) para a construção da fábrica de caminhões da montadora chinesa Sinotruk em Lages, na Serra Catarinense. 
Foi autorizada a inclusão da empresa no programa de incentivos federais Inovar-Auto. A expectativa do ministro Mauro Borges Lemos é de que a portaria oficial seja entregue na próxima semana, em ato em Santa Catarina, garantindo o início das obras.
Participaram da comitiva catarinense o governador Raimundo Colombo; o presidente da SC Parcerias, Paulo César Costa; o secretário de Estado da Fazenda, Antonio Gavazzoni; e a secretária de Articulação Nacional, Lourdes Martini. 

"A estruturação do investimento por parte do Governo do Estado foi muito bem sucedida. Estamos otimistas para entregar a habilitação na próxima semana. É um grande investimento por diferentes motivos: para Santa Catarina, está sendo estabelecida uma importante base do setor automotivo, com a fábrica de motores da GM em Joinville, a BMW em Araquari e agora a fábrica de caminhões pesados da Sinotruk completando a matriz. Para o Brasil, é um enorme ganho, aumenta a competição com um mais um grande fabricante mundial presente aqui no país. 

E a empresa também ganha, é claro, com acesso ao grande mercado brasileiro, hoje o quarto maior mercado de caminhões do mundo", destacou o ministro Mauro Borges.
A fábrica em Lages será a primeira unidade da Sinotruk fora da China. A produção anual da planta vai começar em 400 caminhões montados por turno, mas com capacidade para chegar em 5 mil veículos por ano em um único turno. 
A unidade será construída no Polo Industrial de Índios, em Lages, ao lado da BR-282. O investimento previsto para a construção é de aproximadamente R$ 300 milhões, valor que poderá aumentar em médio prazo em função dos trabalhos de desenvolvimento de tecnologia, distribuição e comercialização. A unidade vai gerar cerca de 400 empregos nessa primeira etapa, número que aumentará significativamente em função da cadeia de fornecedores a ser instalada em volta da montadora. 
Arquivo: CL mais
"Será uma unidade de alta tecnologia. 

A Sinotruk está entre as maiores fábricas de caminhões do mundo, que já está presente no Brasil com caminhões importados e que agora contará com a implantação de uma indústria própria em Santa Catarina, gerando emprego e renda na região e aumentando as vendas da empresa no país", acrescentou o presidente da SC Parcerias, Paulo César Costa.

A Sinotruk
A China National Heavy Duty Truck Group Corporation (CNHTC), dona da marca Sinotruk, foi constituída na China em 1935. No início da década de 1980, adquiriu tecnologia de motores Steyr, formando também outras parcerias com grandes empresas do setor automotivo.


A Elecsonic, constituída em 2009 por sócios brasileiros, todos do setor automotivo, conhecida como Sinotruk Brasil, é a importadora dos caminhões chineses. A empresa está localizada na cidade de Campina Grande do Sul, na região metropolitana de Curitiba (PR).
Para construção da fábrica brasileira criou-se uma join venture (associação de empresas para explorar o negócio sem perder personalidade jurídica), com a participação das empresas CNHTC e Elecsonic, além do próprio Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da SC Parcerias.

A join venture foi habilitada no Programa de Incentivo à Inovação Tecnológica e Adensamento da Cadeia Produtiva de Veículos Automotores (Inovar-Auto), do governo federal. Com a medida, a empresa terá direito a benefícios como descontos no pagamento do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para os veículos produzidos no Brasil. Em contrapartida, a montadora deverá usar um percentual mínimo de peças nacionais.

O prazo máximo para a empresa concluir as obras e iniciar a produção, sem perder o direito aos benefícios, é de dois anos. Além do Inovar-Auto, a Sinotruk recebeu incentivos do Governo do Estado e a doação do terreno por meio de parceria entre Governo do Estado e prefeitura de Lages.